Outono chegou e com ele o frio e o perigo de queimadas

Na terça-feira (21) a chamada meia-estação, o Outono, chegou. Com ele vem um período de estiagem, caracterizado pela redução de chuvas, que resultam em consequências como ar seco, diminuição da água disponível no solo, aumento da poluição e, principalmente, o aumento de queimadas, que nesta época aumenta o número de focos de incêndio.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), só este ano já são quase 6 mil queimadas registradas no Brasil e a tendência é que aumente de forma exponencial durante o Outono.

Mairiporã, anualmente, tem registros de queimadas em suas florestas, e também em áreas às margens das rodovias.

Seco – A nova estação nem bem chegou e o volume de chuvas já diminuiu, o bloqueio atmosférico inibe o avanço de frentes frias e sol forte e o tempo seco são combustível para focos de incêndios.

Segundo o NOAA (Administração Oceânica e Atmosférica Nacional), o fenômeno climático La Niña se mantém, mas o padrão começa a mudar, trazendo mais cedo o frio. (Lúcia Helena/CJ – Foto: Fábio Pozzebom/ABR)