Número de homicídios diminuiu 36% em Mairiporã no ano passado

A Secretaria Estadual de Segurança Pública de São Paulo divulgou na quinta-feira (26) os números da violência e criminalidade nos municípios paulistas relativos ao mês de dezembro, cujos resultados fecharam o ano de 2022.

Em Mairiporã, de janeiro a dezembro, os homicídios dolosos (quando há intenção de matar) tiveram queda expressiva, de quase 36% (35,8%) na comparação com 2021, quando os registros somaram 14 casos.

Mas outra ação criminal hedionda, o estupro, cresceu no ano passado, saltando de 37 (em 2021) para 36 ocorrências. A maioria, praticada contra vulneráveis (pessoas que não têm meios de se defender).

Furtos – Os furtos em geral e de veículos também cresceram em 2022. Comparado ao mesmo intervalo de tempo de 2021, o aumento foi de 5,7%, passando de 688 casos para 729. Os dados revelam 597 furtos em geral e 132 de veículos no ano que terminou. Em relação aos roubos, o aumento foi ainda maior, 24,7%, com 260 registros em 2021 e 345 no ano passado.

Dezembro – Considerando-se apenas o mês de dezembro, o número de homicídios dolosos se manteve na comparação com novembro (1 caso), porém os estrupos aumentaram de 3 para 5 casos nos dois meses comparados.

Discrepância apenas nos roubos de veículos, que passaram de 10, em novembro, para 18 em dezembro.

No ano  A criminalidade em Bragança fechou 2022 com os seguintes números: Homicídio doloso (9 casos); Homicído culposo por acidente de trânsito (7); Tentativa de homicídio (5); Lesão corporal dolosa (327); Lesão corporal culposa por acidente de trânsito (90); Estupro (36); Roubo em geral (241); Roubo de veículo (77); Roubo de carga (17); Furto em geral (597) e Furto de veículo (132).

Na soma de todas as ocorrências, foram 1.427 em 2021 e 1.565 no ano passado, aumento de 8,9% na comparação entre os dois períodos. (Salvador José/CJ – Foto: ABR/Arquivo)