Número de declarações do Imposto de Renda cresceu 10% em Mairiporã

A previsão de entrega de declarações do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) em Mairiporã superou as expectativas. Segundo a Receita Federal, foram 17.371 documentos entregues dentro do prazo, para uma expectativa de 15.751, ou seja, 10% a mais em relação ao ano passado. Foram 1.621 a mais. O prazo para enviar a prestação de contas ao Fisco terminou na segunda-feira (31).

Na região, a cidade com maior aumento foi Cajamar, que enviou 2.508 declarações a mais (13,70%) acima do esperado. Já a menor variação foi de Caieiras, com crescimento de 7,95%.

Em Franco da Rocha, eram esperadas 23.245 declarações, mas foram entregues 25.647, aumento de 10,33%). Já Francisco Morato teve aumento de 13,46%, com mais 2.383 contribuintes enviando os dados para a Receita no prazo.

Ao todo, a Receita Federal recebeu neste ano, 34.168.166 declarações de Imposto de Renda, crescimento de 6,8% em relação ao ano passado. Em 2020, o órgão recebeu 31,9 milhões de declarações. No Estado de São Paulo foram entregues 10.982.166, para uma previsão de 10.309.221, aumento de 6,52%.

A previsão de 2021 é feita com base nas entregas efetivadas no prazo em 2020, prevendo uma possibilidade de variação de 2% para mais ou 2% para menos.

De acordo com a Receita Federal, o aumento nos números neste ano é explicado pela quantidade maior de declarações retificadoras recebidas pela Receita Federal em 2021. “O número de contribuintes se manteve, mas vários apresentaram novas declarações corrigindo ou ajustando a declaração já entregue anteriormente”, detalha.

Restituição – Pelas estimativas da Receita Federal, 60% das declarações terão restituição de imposto, 21% não terão imposto a pagar nem a restituir e 19% terão imposto a pagar.

O pagamento das restituições do IRPF para os cidadãos com prioridades previstas em lei e parte daqueles que enviaram suas declarações antes do prazo final começou a ser realizado na segunda-feira (31), com a liberação do maior valor em lote de restituição.

São R$ 6 bilhões restituídos a cerca de 3,4 milhões de contribuintes. Desses, cerca de 2,2 milhões para cidadãos acima de 60 anos, 128 mil para cidadãos com deficiência ou moléstia grave, 891 mil para cidadãos que tem a maior parte da sua renda proveniente do magistério e outros 264 mil não prioritários.

Outros quatro lotes serão liberados no último dia de cada mês até setembro, somando um total de R$ 23,6 bilhões.

O cronograma de pagamentos dos lotes de restituição foi mantido mesmo com a prorrogação do prazo de entrega da declaração. Assim, o pagamento das restituições iniciou ainda durante o prazo de envio das declarações. (Wagner Azevedo/CJ)