Partidos dão a largada para a corrida eleitoral

A CORRIDA eleitoral para as eleições municipais de outubro deste ano já movimenta os bastidores dos partidos em Mairiporã. Essa etapa de preparação é fundamental  para que as agremiações e candidatos se organizem para ter chance de sucesso no dia 4 de outubro.
O que se tem visto,  além de reuniões, são troca de telefonemas e mensagens por aplicativo, formação de equipes, conversas e filiações com prováveis candidatos a veredor, busca por apoio de outros partidos, já que não é mais permitida coligações e rapidez nas alianças, pois março é o último mês para filiar candidatos e trocar de partidos (para quem vai à reeleição).
Nem sempre o cenário esboçado agora se confirmará nas convenções partidárias, a partir de 20 de julho, quando serão oficializados os nomes dos candidatos a prefeito, vice e vereadores.
Pela movimentação e anúncio de nomes, ainda que oficiosamente, Mairiporã tem cinco nomes ventilados cotidianamente: o ex-vereador Aladim, o atual prefeito, Aiacyda e ainda o major Paulo Sérgio, o empresário Marcio Lessa e o servidor público Manoelino Cordeiro.
Câmara – Os 30 partidos também correm contr o tempo para fechar chapa completa de candidatos a vereadores. Sem as coligações, as dificuldades para conquistar cadeiras na Câmara se torna mais acirrada.
Com 13 vagas em disputa, cada agremiação poderá lançar até 20 nomes, dos quais 6 deverão ser, obrigatoriamente, de mulheres. Se todos os 30 partidos regulares (até o momento) junto à Justiça Eleitoral decidirem formar chapa completa, o total de candidatos pode chegar a 600.
Troca-Troca – Nos bastidores do Legislativo é grande a especulação sobre o total de vereadores com pretensão de trocar de partido.
Muitos dos que foram eleitos em 2016 viram suas siglas ficar menores e outras sem condições de formar chapa para outubro.
O prazo final para mudar de agremiação é 31 de março próximo.

Comentários