586 crianças esperam por vagas em creches

A PROMESSA do atual prefeito, durante a campanha eleitoral, em 2016, que reduziria sensivelmente a falta de vaga em creches, não se materializou. Passados dois anos e meio de sua posse, 586 crianças não frequentam creches, um obstáculo para que mães possam trabalhar fora ou ter dispender parte do ganham para contratar pessoas que possam tomar conta das crianças.
A tendência é piorar, pois o número aumenta a cada mês e não há nenhum movimento por parte da Prefeitura no sentido de construir novas unidades que possam fazer frente à demanda. Hoje, de acordo com publicação na Imprensa Oficial do Município, são 173 crianças para o Berçário I (nascidas a partir de abril de 2018), 229 para o Berçário II (nascidas de abril de 2017 a março de 2018), 128 para o Maternal I (nascidas de abril de 2016 a março de 2017) e 56 para o Maternal II (nascidas de abril de 2015 a março de 2016). Para a região central a demanda é por 287 vagas, outras 238 para a Terra Preta, 49 na região do Jardim Spada e mais 12 no Parque Petrópolis.

Comentários