Propaganda eleitoral antecipada

Andando pelo centro da cidade esta semana, me entregaram o exemplar de uma revista elaborada pela administração municipal do senhor Antônio Aiacyda, sobre os seus grandes feitos como ‘gestor’ da nossa cidade. Nela, o conteúdo tece elogios fartos à performance do prefeito, como se os leitores e contribuintes fosse idiotas e acreditassem em material de propaganda que elogia políticos.
A revista faz com que pensemos em alguns problemas: 1- ela deve ter tido um custo alto e não se sabe se paga com dinheiro público. Se assim for, é de indignar a população, pois esse dinheiro poderia ser investido, por exemplo, na compra de medicamentos para atender aos mais carentes. Ou ainda melhorar alguns departamentos, que carecem de dinheiro para melhorar suas performances. 2- Em ano pré-eleitoral, fica evidenciado que a revista nada mais é do que material de propaganda eleitoral antecipada, pois o próprio prefeito diz abertamente que deverá disputar a reeleição. O mais grave vem agora: propaganda eleitoral paga com dinheiro do povo, dos impostos. No meu entender, isso é campanha eleitoral antecipada. É crime!
Não me causa estranheza que nove vereadores fiquem de boca fechada, pois têm muito a perder se fizeram qualquer tipo de crítica. Todos na cidade sabem disso. Porém, fico surpreso que nesta, e em outras questões, o Ministério Público ainda não tenha se insurgido, ao menos para investigar ações que são sobejamente conhecidas da população. Aproveito o espaço para enaltecer o vereador Wilson Sorriso, que durante a sessão da Câmara da última terça-feira não só falou sobre a revista, como exibiu o exemplar, cobrando respostas do prefeito para os gastos com a sua confecção.
Da minha parte, não me iludo, pois o prefeito é especialista em aumentar impostos e gastar o dinheiro público sem levar em conta certos critérios que no mínimo deveriam ser observados a bem do erário.

Comentários