Cidade tem 1 táxi para cada 800 habitantes

NÃO HÁ uma regra específica que determine qual deva ser a média entre o número de táxis em relação aos habitantes. Cada cidade estabelece um limite através de leis, decretos ou fazem constar o tema no Plano Diretor.
A forma de concessão de vaga em pontos de táxi (Mairiporã é um bom exemplo) é feita de acordo com a vontade e os interesses políticos do prefeito e dos vereadores.
O Ministério Público, em centenas de cidades, está propondo ações contra as prefeituras, pois considera que a prestação de serviço dos taxistas é um serviço público e dessa maneira o número de táxis só poderá ser aumentado e regulamentado pelo poder público, através de licitações, como está previsto no art.175 da Constituição Federal. Na maioria dos municípios, o processo é meramente político.
Em Mairiporã são 122 taxistas, distribuídos por 13 pontos, o que dá a média de 1 táxi para cada 800 habitantes. O número está dentro daquilo que se pode chamar de aceitável. Houve época em que havia um táxi para cada 300 habitantes.
O 14º ponto existente na cidade fica no Terminal Rodoviário, com 22 carros autorizados por dia, em rodízio entre os taxistas dos outros 13 pontos.

Comentários