Fuvest divulga listas de obras literárias para 2020, 2021 e 2022

Os candidatos que prestarão o vestibular da USP em 2020, 2021 e 2022 já podem se preparar. A Fuvest divulgou a lista de obras literárias de leitura obrigatória para os próximos três vestibulares aprovada pela Pró-Reitoria de Graduação da USP. As publicações integram o conteúdo da prova de Português e são representativas dos diferentes períodos das literaturas brasileira e portuguesa.

Cecília Meireles, Gregório de Matos, Fernando Pessoa, Mia Couto e Bernardo Carvalho estão entre os autores “estreantes” das listas. Comparando o processo seletivo de 2020 com o ano anterior, há livros diferentes: Quincas Borba substitui Memórias Póstumas de Brás Cubas, ambos de Machado de Assis. Angústia, de Graciliano Ramos, entra no lugar de Vidas Secas, do mesmo autor. Poemas Escolhidos, de Gregório de Matos, passa a ser cobrado, e Iracema, de José Alencar, sai da lista.

Nos vestibulares de 2021 e 2022, haverá troca de seis obras. Confira a relação completa de livros e os respectivos autores:

Vestibular 2020: Poemas Escolhidos (Gregório de Matos), Quincas Borba (Machado de Assis), Claro Enigma (Carlos Drummond de Andrade), Angústia (Graciliano Ramos), A Relíquia (Eça de Queirós), Mayombe (Pepetela), Sagarana (Guimarães Rosa), O Cortiço (Aluísio Azevedo) e Minha Vida de Menina (Helena Morley).

Vestibular 2021: Poemas Escolhidos (Gregório de Matos), Quincas Borba (Machado de Assis), Claro Enigma (Carlos Drummond de Andrade), Angústia (Graciliano Ramos), A Relíquia (Eça de Queirós), Mayombe (Pepetela), Campo Geral (Guimarães Rosa), Romanceiro da Inconfidência (Cecília Meirelles) e Nove Noites (Bernardo Carvalho).

Vestibular 2022: Poemas Escolhidos (Gregório de Matos), Quincas Borba (Machado de Assis), Alguma Poesia (Carlos Drummond de Andrade), Angústia (Graciliano Ramos), Mensagem (Fernando Pessoa), Terra Sonâmbula (Mia Couto), Campo Geral (Guimarães Rosa), Romanceiro da Inconfidência (Cecília Meireles) e Nove Noites (Bernardo Carvalho). (Da Redação)

Comentários