Expressões

É engraçado como quanto mais tempo passamos com alguém, mais pegamos suas manias e hábitos. Principalmente aquelas referentes ao modo de falar. Funciona assim: se alguém repete muito uma palavra, você começa a repetir também. Se alguém fala determinada piada por várias vezes, você começa a falar também. Então, com o tempo, você desenvolve todo um vocabulário baseado nas expressões que aprende com outras pessoas.
Esses dias, por exemplo, estava lembrando como eu e minha amiga Giovana criamos várias das expressões que só nós entendemos e que usamos até hoje. Uma das melhores amigas dela, que não conheço, adorava falar “Que delícia!”. Era “que delícia” para cá, “que delícia” para lá, em qualquer situação. A partir disso, também adotamos o hábito e isso passou a fazer parte do nosso vocabulário. Vai comer um lanche, uma fruta, tomar um café? Que delícia!
Como se não bastasse, a coisa não para aí. Isso porque, de tanto repetir, outras pessoas ao seu redor começam a repetir também. É um ciclo interminável e, quando você percebe, até mesmo pessoas com as quais nunca teve contato estão usando em seu modo de falar. Quanto à garota que iniciou tudo isso, amiga da minha amiga que achava tudo uma delícia, bom, ela não faz ideia do que essa sua maneira de falar se tornou.
O fato é que essas expressões, falas e mesmo gírias são como partes da pessoa que começamos a carregar conosco. Afinal, ninguém repete o hábito de alguém que não gosta, não é mesmo?

Comentários