Com poucas chuvas, Cantareira cai 33,5% no volume de água armazenada

AS REPRESAS que formam o Sistema Cantareira, responsável por abastecer a Região Metropolitana e cidades do Interior do Estado, registram neste começo de novembro o menor volume de água do ano.
O reservatório equivalente, que é uma média das seis represas (Paiva Castro, Águas Claras, Cachoeira, Atibainha, Jaguari e Jacareí) estava com 34,3% do volume até ontem, redução de 33,5% na comparação com igual período do ano passado, quando o reservatório equivalente do Cantareira tinha 45,8% do volume útil.
Até ontem eram 337,25 milhões de m³ de água armazenados, ante 450,05 milhões de m³ no mesmo período do ano passado.
Em relação ao mês anterior, com maior quantidade de chuva, houve redução de 1,47%. Os dados são da ANA (Agência Nacional de Águas) e da Sabesp. Os números não são melhores que os de 2014, início da crise hídrica.

Comentários