Paraquedistas

Faltando ainda quinze dias paras as eleições a cidade já está com suas vias forradas de propaganda política de candidatos a deputado. A maioria dos ‘santinhos’ atirados ao chão é de paraquedistas, postulantes que aparecem na cidade apenas em época eleitoral e depois somem.
Muitos já disseram, mas nunca é demais lembrar, que esses verdadeiros ‘cometas’ levam daqui os votos e uma vez cumprida a missão de seus ‘cabos eleitorais’ (vereadores e prefeito e políticos em geral) acreditam não dever mais nada, pois pagaram pelo serviço prestado.
Várias reportagens que fazem referência às eleições de 2014 foram exemplos cabais de como os espertos agem e os incautos caem feito pato. Fernando Capez, que obteve aqui quase 5 mil votos, contou com o trabalho árduo do prefeito. A paga não foi o envio ou destinação de recursos à cidade, Não! Foi um empreguinho na Assembleia Legislativa para, naquela oportunidade, aquele que viria a ser o futuro prefeito.
De quebra, os cidadãos mairiporanenses só ficaram sabendo depois que o deputado estava respondendo uma ação sobre merenda escolar.
Nenhuma lição foi aprendida. O dilema está de volta e vejo vereadores trabalhando para candidatos que nunca pisarem em Mairiporã, nada fizeram por ela. Não sei em troca de que benefício se dá esse apoio, mas nada de proveitoso para a sociedade, com certeza.
Gostaria de lembrar ao caro leitor que temos na cidade alguns candidatos que são do município e entendo que deveríamos votar neles. Dificilmente vão se eleger, mas estaríamos dando uma lição nos forasteiros, muito embora quem devesse aprender são aqueles que, pensando apenas nos próprios interesses, se travestem de ‘representantes do povo’.

Comentários