Região não aparece no ranking das 100 cidades inteligentes

NENHUMA das cinco cidades da região aparece na lista dos 100 municípios mais conectados do País, segundo o Ranking Connected Smart Cities 2018, o principal estudo sobre cidades inteligentes do Brasil, realizado pela Urban Systems.
O ranking monitora 11 áreas principais: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança. Dentro delas, são avaliados um total de 70 indicadores. Amparo aparece dentre os 50 melhores em várias das áreas pesquisadas.
Caieiras e Cajamar aparecem apenas em duas áreas: Urbanismo, que deu o 4º lugar aos caieirenses, com 6,230 pontos, que permitiu a subida de 7 posições em relação ao ano passado, quando ocupava o 11º lugar. No caso de Cajamar, a área destacada é Segurança, subindo uma posição, da 11ª para a 10ª, na comparação com 2017, somando 2,772 pontos.
Os melhores – O primeiro lugar geral, em 2018, ficou com Curitiba, com 31,782 pontos somados. Na sequência, entre as cinco primeiras, São Paulo, com 31,459; Vitória, com 31,219; Campinas, com 30,920; e Florianópolis, com 30,881. “O conceito de smart cities considerado entende que o desenvolvimento só é atingido quando os agentes de desenvolvimento da cidade compreendem o poder de conectividade entre todos os setores”, destaca o estudo.
Segundo o presidente da Urban Systems e sócio da plataforma Connected Smart Cities, Thomaz Assumpção, o Ranking Connected Smart Cities novamente mostra a importância de um planejamento estratégico das cidades, considerando a conexão entre os 11 eixos temáticos analisados e o resultado de investimentos. “A educação, que muitas vezes é vista como um eixo básico, tem grande importância no desenvolvimento do empreendedorismo e na busca da sustentabilidade econômica das cidades, permitindo que mais atores sejam responsáveis pelo desenvolvimento”, pontua.

Comentários