Número de multas por uso de celular ao volante cresceu 10% em relação a 2017

MESMO proibido por lei e com aplicação de multa, o número de motoristas flagrados ao volante falando ao celular em Bragança, segundo balanço apresentado pelo Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo (Detran-SP), se manteve estável. Quem faz uso do telefone móvel concorre para acidentes de trânsito e segundo pesquisas internacionais, esses acidentes cresceram até quatro vezes mais nos últimos dois anos.
O total de multas aplicadas pelos agentes no primeiro semestre deste ano em Mairiporã foi de 65, ante 59 em igual período do ano passado, aumento de 10%. A média é de 10,8 multas por mês e não levam em conta as multas aplicadas nas estradas ou por fiscais do município. Se considerado todo o ano passado, foram 135 registros da infração.
Mortes por dia – Para especialistas, na direção, o efeito no trânsito de manter os olhos vidrados na tela do celular coincide ao de consumo de álcool. De acordo com a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) o uso do celular ao volante é a terceira maior causa de mortes no trânsito – atrás apenas de dirigir embriagado e excesso de velocidade.
A entidade calcula que, ao menos, 150 pessoas morrem por dia no País em decorrência de acidentes automotivos por distração causada pelo telefone móv el.
“Usar o celular ao volante é um risco tanto para o condutor quanto para as outras pessoas. É preciso mudar de atitude e, para isso, o Detran.SP busca formar e educar o cidadão, mas também fiscalizar a fim de garantir o cumprimento das leis e salvar vidas”, afirma o diretor-presidente do órgão paulista, Maxwell Vieira. “Afinal, a imprudência é um dos maiores fatores que causam acidentes no trânsito, que chega a matar 37 mil pessoas por ano no País”, completa.
A solução, de acordo com especialistas, indica o desenvolvimento de tecnologia que impeça a utilização do aparelho com o veículo ligado. Algumas montadoras já oferecem esse recurso em celular ligado ao carro. Os desenvolvedores de softwares para aparelhos móveis também prometem sistemas para o trânsito mais seguro. A aposta é um novo recurso que permite a resposta de mensagens por comandos de voz.

Comentários