Voto consciente

Fui o primeiro morador de Mairiporã a lançar candidatura a deputado estadual. Isso na década de 1980, quando o eleitorado era pequeno e, por isso mesmo, tinha a consciência que não seria eleito, mas achei que deveria ser como um semeador, ou seja, plantar a semente de que a partir daquele momento deveríamos votar em um candidato da cidade, e quem sabe no futuro tivéssemos um representante interessado pelas coisas e causas da cidade.
O tempo foi passando, surgiram outros candidatos que tiveram uma votação até melhor do que aquela que tive, porém todos perderam em números de votos para candidatos forasteiros, a exemplo de 2014, quando Fernando Capez obteve uma votação muito grande na cidade e após a eleição nunca mais quis saber de Mairiporã.
O erro consiste em dois aspectos. O primeiro, diz respeito aos vereadores e o prefeito, que trabalham como cabos eleitorais de candidatos que por aqui passam somente em ano eleitoral, e recebem a paga pelo serviço, que não inclui os interesses da cidade. Ou seja, pagam os cabos e somem.
Outro aspecto e que não há bom senso por parte dos políticos, em apenas lançar um candidato a estadual e outro a federal, mesmo que o colégio eleitoral não seja suficiente para elegê-los. Mas com boas votações, poderiam chamar a atenção de partidos e outras esferas para a cidade. Não! Lançam-se três ou quatro candidatos que acabam por dificultar a possibilidade de alçar alguém a outro patamar na política do Estado.
Mairiporã e região precisam de maiores investimentos, mais educação, mais saúde, mais segurança e tem número de eleitores suficiente para eleger, com folga, um representante para a Assembleia Legislativa de São Paulo e outro na Câmara Federal, em Brasília.
Isso só será possível se você que mora, vive ou trabalha aqui, votar nos candidatos que também moram, vivem e trabalham aqui. Precisamos de gente da região trabalhando por ela.
Somente o seu voto tem força para fazer e acontecer as mudanças que todos esperam. Não vote em candidatos de outras cidades que são apoiados pelos vereadores e pelo prefeito. São forasteiros e não vão fazer nada por você nem pela nossa cidade.

Comentários