Mesários passam por treinamento a partir do dia 18 em Mairiporã

O TREINAMENTO de eleitores que foram convocados a trabalhar como mesários na eleição de 7 de outubro próximo, num total de 802 pessoas, começam o treinamento para desempenho da função no dia 19 deste mês. Serão três dias, até 21, com seis turmas de 140 futuros mesários (duas por dia).
Em relação ao pleito municipal de 2016, são 15,2% mais mesários, segundo dados fornecidos pela chefe da 237ª Zona Eleitoral de Mairiporã, Célia Regina Fernandes Brito. Naquele ele foram 696 eleitores que trabalharam no pleito.
Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), o motivo do aumento de mesários convocados é o crescimento do número de seções eleitorais (tanto de votos quanto de justificativas) disponibilizadas no município. Ainda segundo o órgão, as mesas receptoras de votos e as de justificativas terão quatro integrantes, sendo um presidente, dois mesários e um secretário.
A novidade da biometria, que usa as impressões digitais dos eleitores na hora do voto, ainda não será utilizada em Mairiporã, o que deve ocorrer somente nas eleições de 2020.
A cidade terá 33 locais de votação e 186 seções eleitorais.
Seleção – De acordo com a Justiça Eleitoral, os mesários são nomeados, de preferência, entre os eleitores da própria seção eleitoral. O cartório procura selecionar os diplomados em escola superior, professores e serventuários da Justiça. Também recebe inscrições de voluntários. O TRE afirma que o mesário é o cidadão nomeado para compor as mesas receptoras de votos e de justificativas no dia das eleições.
Em Mairiporã o treinamento terá lugar na Câmara Municipal, das 10h às 12h e das 14h às 16 horas.
No dia da votação, caberá a eles fazer a identificação dos eleitores, resolver as dificuldades ou dúvidas ocasionais e permitir que o eleitor possa exercer seu direito com liberdade e segurança.
Urnas testadas – As urnas serão carregadas com todos os candidatos (nome, número e foto) no dia 24, em Mairiporã. Após a inseminação (termo usado pela Justiça Eleitoral), serão lacradas.

Comentários