Expectativa de lojistas é que vendas para Dia dos Pais cresçam até 7%

O DIA dos Pais será comemorado amanhã. Importante data comemorativa para o comércio, pois estimula as vendas e atrai consumidores de diferentes regiões da cidade. A expectativa, segundo a Associação Comercial de São Paulo, é que os próximos dias, na maioria das cidades, resultem em crescimento de 5% a 7% nos negócios, em estabelecimentos do centro e dos principais bairros da cidade. A sugestão é para que os lojistas flexibilizem as formas de pagamento para não perder vendas.
As vendas podem ser impulsionadas também, porque começou na última semana o pagamento do abono salarial PIS-Pasep, calendário 2018/2019. Além disso, na segunda semana de julho foi feito o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas e, também, dos servidores municipais de Mairiporã que anteciparam a metade do salário extra. Boa parte desse dinheiro poderá ser injetada na economia local.
Pesquisa – De acordo com a Associação Comercial-SP, a maioria dos consumidores pretende gastar, em média, até R$ 100,00 para presentear os pais. O item médio a ser escolhido deverá ter preço entre R$ 50,00 e R$100,00.
Os que pretendem gastar com presentes com custos maiores, entre R$ 100,00 e R$ 200 e acima disso, é minoria na pesquisa.
Os segmentos mais procurados também permanecem os mesmos: roupas (62%), seguido por calçados (37%) e perfumes (12%).  Destacam-se, ainda, artigos esportivos (4%), bebidas (4%), óculos (4%), livros (8%) e eletrônicos (8%). Completam a lista, sem margem de escolha, objetos automotivos, joias, acessórios e carteiras.
Outra dica é que os comerciantes utilizem o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), para que tenham mais segurança na hora de finalizar as vendas, além da configuração de promoções viáveis e acessíveis para os clientes.
O Dia dos Pais ocupa a quarta colocação entre as datas de vendas mais expressivas ao longo do ano, perdendo para Natal, Dia das Mães e Black Friday. No sentido de fortalecer o comércio, alguns lojistas já disseram que vão estabelecer horários diferenciados para atendimento ao consumidor.
Em casa – A reportagem do Correio ouviu 165 pessoas entre os dias 6 e 7 desta semana, em seis regiões da cidade, e 58% dos entrevistados pretendem presentear seus pais.
Sobre a comemoração, 79% pretendem fazê-la em casa, o que significa que levar a família para almoço em restaurante, este ano, vai sofrer queda significativa em relação ao ano passado.

Comentários