Câmara terminou a metade do ano legislativo com mais de 500 indicações

OS VEREADORES de Mairiporã iniciaram no dia 1º último o período de recesso legislativo, em que não há sessões em plenário. Mas o balanço do primeiro semestre é praticamente o mesmo dos últimos vinte anos. Centenas de indicações, dezenas de requerimentos e moções que não têm qualquer interesse para a sociedade, apenas iniciativas de cunho pessoal com o intuito de se beneficiar politicamente.
De acordo com levantamento feito pela reportagem junto ao site da Câmara, entre fevereiro e junho foram apresentadas 547 indicações, 24 requerimentos, 79 moções (entre apelo, pesar e congratulação).
No tocante a projetos, foram 45 (21 da Prefeitura e 24 entre Mesa Diretiva e vereadores), 8 projetos de lei complementar (6 do Executivo), 3 projetos de resolução, outros 3 de decreto legislativo e um de emenda à Lei Orgânica.
Os projetos apresentados pelos vereadores, a maioria foi sobre denominação de ruas e criação de datas comemorativas para inserção no calendário oficial do município.

Comentários