III – A HORA DE PINTAR O SET (final)

2- O cenário (em inglês, set) pode ser uma casa, uma empresa, uma rua, um bairro, uma cidade, etc.. Pode ser a paisagem natural ou um ambiente criado artificialmente, não importa, desde que sirva para a finalidade estabelecida. A bela visão de uma localidade, a partir de sua entrada, pode sugerir o nível da qualidade de vida, higiene e saúde existentes no lugar e ser um convite aos passantes para uma visita. Uma empresa que se preocupa com a apresentação de sua fachada e organiza seu layout racionalmente, tem um alto retorno. Internamente, a satisfação de seus empregados e, externamente, o reconhecimento da comunidade por colaborar na montagem do cenário que atrairá turistas e empreendedores, distinguindo a cidade, dando-lhe características peculiares.
3- Várias empresas brasileiras estão aplicando um método conhecido por housekeeping – manter a casa limpa. Para elas, a limpeza é uma obrigação de todos e não apenas tarefa dos faxineiros. Ao promover o dia da limpeza, uma organização descobriu uma área ociosa de 2400m2 e se livrou de um aluguel mensal de 40000 dólares ao liberar um antigo depósito, conforme relatou a revista EXAME de 21 de agosto último (ar* 1991), receitando “como dar início a um programa de housekeeping e melhorar a organização dos locais de trabalho: 1 – promover um dia de limpeza, com ampla campanha de cartazes e folhetos para criar motivação; 2- nesse dia, toda a empresa pára. Os funcionários devem ter liberdade para realizar o que acham melhor para o seu local de trabalho: fazer faxina, pintar paredes, etc.; 3 – a utilidade de todos os móveis e utensílios deve ser questionada. Aquele que estiver em desuso deve ser jogado fora ou aproveitado por outro departamento; 4 – após a limpeza, sempre sobram áreas livres. Elas precisam ser ocupadas imediatamente, como pontos de lazer ou de melhoria da produção, para evitar que surjam no local novos entulhos; 5 – a escolha periódica dos setores mais limpos e organizados ajuda a preservar o trabalho. A visita de familiares também, pois ninguém gosta de mostrar aos parentes que trabalha em meio à sujeira; e 6 – os funcionários devem ser conscientizados, através de palestras e cursos, de que sem limpeza não há qualidade nem produtividade.” Estes ensinamentos valem para a comunidade. Quando seus integrantes decidirem que é hora de pintar o set e souberem escolher as cores haverão de produzir uma opereta aplaudida em cena aberta, recebendo a melhor crítica e recomendada a outros espectadores. A eles, na melhor tradição do teatro, só se pode desejar M (boa sorte).

Comentários