Coluna do Correio 9/3/2018

FRASE
“Não existe assunto desinteressante. O que existe é pessoa desinteressada.” (Sabedoria Popular)

FICHA LIMPA
Com a confirmação pelo Supremo Tribunal Federal, sobre condenações por colegiado colocar os políticos no rol da ficha suja, mesmo antes da aprovação da lei, o prefeito precisa colocar as barbas de molho. Já sofreu condenação na esfera federal pela merenda escolar. A lei não impede apenas os que vão se candidatar, mas faz deixar o cargo quem nele está.

QUE BELEZA!
Uma sessão por semana! Setenta e sete dias de férias no ano! Com os feriados, noventa dias! E agora 13º salário e abono de férias. Passa-se a impressão que o povo e a cidade são apenas meros detalhes, ou até quem sabe, um acidente na vida dos políticos.

UM POR TODOS
A decisão do presidente da Câmara, de proibir seus colegas de oficiarem diretamente ao prefeito, sem passar por ele, parece que foi aceita de bom grado por todos. Certamente falou mais alto o número de cabos eleitorais que incham o quadro de servidores da Prefeitura e que foram indicados por seus padrinhos, os vereadores. Diante desse descalabro, a decisão do presidente nos remete a uma frase famosa, apenas em sua primeira parte, contida na obra do francês Alexandre Dumas, do livro Os Três Mosqueteiros: ‘Um por todos…’
MENOS DOIS
Alguns segmentos da sociedade estão propensos, através de um projeto de iniciativa popular, propor a redução de cadeiras no Legislativo local. Segundo a proposta, o inchaço promovido em 2011, passando de 10 para 13, não correspondeu aos anseios da comunidade. O número ideal, segundo o que deverá ser apresentado, seria 11 cadeiras.
TARTARUGA OBESA
Quando o assunto é mobilidade urbana o governo municipal se comporta como uma tartaruga obesa. Lenta até não poder mais. A cidade continua com um trânsito caótico, sinalizações confusas, vias esburacadas e uma população castigada. Aiacyda já governa a cidade há nove anos e não moveu um dedo no sentido de dar à cidade um plano eficiente de mobilidade. Ao contrário, nem mesmo as pessoas que têm problemas de locomoção conseguem andar pela cidade. A cobrança é permanente, mas o prefeito se finge de surdo.
BURRICE
Semana retrasada a reportagem do jornal solicitou da assessoria de imprensa da Prefeitura o envio de informações sobre os locais em que o contribuinte pode pagar o carnê do IPTU (à vista ou parceladamente). Até agora a solicitação não foi atendida. Uma burrice espantosa. Não sem motivo que outras questões que demandam divulgação, como as campanhas para pagamento de dívida ativa, têm resultado nulo, pois o governo aposta que o contribuinte é adivinho.
PROPOSTA
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, diferentemente do que ocorre com a maioria das cidades, não tornou pública nenhuma proposta de aumento real e repasse inflacionário para a categoria. A diretoria da entidade se mantém firmemente calada. Tinha marcada para ontem uma assembleia geral para discutir reajuste e recomposição salarial, temas recorrentes na entidade há pelo menos 2.000 anos, cujos resultados são sempre os mesmos: nenhum.
CURRIOLA
O Ministério Público ainda não se manifestou, como de vezes anteriores, sobre o excessivo número de cargos comissionados no governo Aiacyda. Em outros municípios os promotores estão propondo, aos borbotões, ações para que os quadros de apadrinhados políticos sejam reduzidos substancialmente. Por enquanto, por estas paragens, a curriola nomeada por padrinhos políticos segue firme e forte nos cargos.
TSE
Numa semana diz uma coisa. Na seguinte, outra. Essa é a Justiça Eleitoral no Brasil. Depois de informar que não teria condições técnicas e financeiras de colocar em prática o voto impresso nas eleições deste ano, o TSE voltou atrás e aprovou a medida já para outubro vindouro. Tem prazo até 13 de abril para definir a quantidade mínima de seções com voto impresso em cada Estado. Se a Justiça Eleitoral está assim, imagine o resto.
PESQUISA
Uma pesquisa divulgada esta semana, sobre ‘Melhores Empresas para Trabalhar’, identificou que funcionário feliz é aquele que se sente valorizado em seu ambiente de trabalho. Desta forma, produz mais e com mais qualidade e, assim, os resultados para a empresa seguem no mesmo caminho. Certamente essa conclusão não se aplica à Prefeitura de Mairiporã, que sem nenhum tipo de constrangimento percorre caminho inverso, e não é de hoje.
OBRIGATÓRIA
O jornalista Wagner Azevedo está finalizando seu livro, “Mairiporã, A história que você não leu”. Até o mês de maio vai para ‘o prelo’, como se dizia antigamente. Deve ser lançado em meados de agosto. Quem viu os rascunhos diz que é imperdível. Leitura obrigatória.
ISTO É BRASIL!
Os políticos de instâncias menores sempre se espelham naqueles de maior calibre. Portanto, 13º salário a vereadores é esmola perto do custo aos cofres públicos dos ex-presidentes Lula da Silva, Dilma Rousseff, Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor de Mello e José Sarney: mais de R$ 5 milhões por ano. Entre as regalias estão a aposentadoria, veículos oficiais – com os respectivos motoristas – além de assessores com salários que chegam a R$ 11 mil. No total, são 10 carros oficiais e 40 funcionários à disposição.
DE AVIÃO
Revista Veja diz que a Polícia Federal de Curitiba já trabalha em regime de prontidão para provável prisão de Lula a partir do dia 23. A Polícia Militar também trabalha em planejamento para conter eventuais protestos nas ruas. Em Brasília, a PF já sabe qual jatinho será usado para o deslocamento do ex-presidente, provavelmente entre São Paulo e Curitiba. Dizendo-se inocente, ele chegou a dizer no ano passado que se fosse decretada sua prisão, iria a pé de São Paulo a Curitiba. Vai de avião.

Comentários