Em cinco anos volume de impostos cresceu 66% em Mairiporã

O GOVERNO Federal, segundo notícias que correm em Brasília, pretende criar novos tributos para tentar reduzir o déficit. Os moradores de Mairiporã viram seus gastos com impostos subirem 66% em cinco anos.

Foram R$ 11,5milhões pagos em impostos (municipais, estaduais e federais) neste ano, entre 1º de janeiro e 28 de fevereiro, contra R$ 6,9 milhões no mesmo período em 2013.

Os dados podem ser acessados no Impostômetro, serviço online da Associação Comercial de São Paulo, e correspondem ao total de tributos, incluindo taxas, contribuições e impostos pagos pela população. O aumento é superior às médias nacional e estadual. No País, nos primeiros 59 dias deste ano, a alta foi de 34,7% na comparação com cinco anos atrás. No Estado, esse aumento foi de 32,3%.

De acordo com os economistas, esse percentual de crescimento dos impostos está muito acima da inflação acumulada no período. Também o salário mínimo não acompanhou o percentual dos tributos. O valor subiu 40,7% em cinco anos, de R$ 678 em 2013 para R$ 954 agora em 2018.

Arrecadação – Somente nos dois primeiros meses deste ano o Impostômetro registra que o País alcançou R$ 300 bilhões dois dias antes, na comparação com o mesmo período do ano passado, e que o painel de tributos gira mais rapidamente este ano.

Isso, por si só, segundo avaliação do superintendente da Associação Comercial de São Paulo, Marcel Solimeo, justifica que os impostos não podem subir, em razão da alta na arrecadação.

BRASIL

2018: R$ 376 bilhões

2013: R$ 279 bilhões

Variação: 34,7%

 

SÃO PAULO

2018: R$ 139 bilhões

2013: R$ 105 bilhões

Variação: 32,%

 

MAIRIPORÃ

2018: R$ 11 milhões

2013: R$ 6,5 milhões

Variação: 69,2%

Comentários