Botijão de gás de 13 quilos já custa R$ 70 nas revendas locais

O NOVO reajuste aplicado pela Petrobras, de 12,9% ao gás de cozinha, no último dia 10, já refletiu nas revendas por todo o País. Em Mairiporã a unidade residencial passou para R$ 70 ao consumidor que prefere receber o botijão em casa, e R$ 69 para retirada. Em maio, quando teve início o mecanismo de aumento mensal, o botijão em Mairiporã custava R$ 60. Em cinco meses o preço subiu 16,6%, contra uma inflação de 3,377% nos doze meses até maio deste ano.

A Petrobras informou que o aumento é calculado de acordo com a política de preços divulgada em junho deste ano, e reflete a variação das cotações do produto no mercado internacional. Acrescentou que, como a legislação brasileira “garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor”. O impacto no consumo dependerá de repasses por distribuidoras e revendedores, advertiu.

Comentários