Entrou para a história

Vivo em Mairiporã há mais de 40 anos e a cidade, para mim, sempre teve aparência provinciana. Os prefeitos que antecederam ao Dr. Márcio Pampuri, se limitaram a fazer pequenas obras, sem ter qualquer conotação extraordinária, feitas aos moldes de uma província.
O Espaço Mário Covas transformou-se em endereço fixo (e único) para a realização de festas, eventos de toda natureza e até a feira livre, o que propiciava um desassossego aos moradores, afinal a área é central e, salvo melhor juízo, zona residencial. Isso, somado ao tráfego excessivo de veículos, gerou o caos.
Um olhar mais atento do Dr. Márcio, com boa visão de futuro, levou a construção de um espaço apropriado para festas e feira e varejão, denominado Paulo Amauri Serralvo. Deu à província um aspecto de cidade, comerciantes e munícipes felizes e o trânsito com fluidez, ainda que dentro das dificuldades existentes, porém sem o caos.
Não se trata apenas de elogio fácil, mas o agora ex-prefeito demonstrou ser um administrador de visão, porque não só deu nova roupagem ao visual da cidade, como também realizou obras de vulto, tanto no tamanho quanto no aspecto social. Sendo repetitivo, cito de novo o parque linear, os apartamentos em Terra Preta, o novo hospital, que vieram a se somar àquelas que os seus antecessores fizeram.
O povo não reconheceu nas urnas o seu trabalho, Dr. Márcio Pampuri, mas certamente vão lembrar por toda a vida e mencionar aos seus descendentes, que como prefeito de Mairiporã, o senhor foi um homem de visão como poucos.
Que Deus permita que os prefeitos que vierem a partir de agora procurem ter o mesmo discernimento.

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *