Campanha da Fraternidade Ecumênica começou e pede diálogo pela igualdade

NO ÚLTIMO dia 8, foi apresentada a imprensa e comunidade, a V Campanha da Fraternidade Ecumênica: “Fraternidade e diálogo: compromisso de amor”, que tem como lema o trecho da carta de Paulo aos Efésios: “Cristo é a nossa paz: Do que era dividido fez uma Unidade” (Efésios. 2.14a).

Em coletiva a imprensa, o Bispo Diocesano, Dom Sérgio Aparecido Colombo, acompanhado do Pe Francisco Gilson de Souza Lima, coordenador diocesano da ação evangelizadora, e pelo Reverendo Roberto Enzo Basílio, pastor da Igreja Presbiteriana Unida de Atibaia, explicou o foco escolhido e frisou o diálogo pela vida, independentemente de sua religião e sexualidade. “O corpo de Cristo é um só. Ele tem muitos membros, variados membros, mas é um só! Nós não podemos perder de vista nessa Campanha da Fraternidade Ecumênica, aquilo que é fundamental: o diálogo que nos aproxima e o encontro com Cristo que é a nossa paz” disse o bispo.

Segundo Dom Sérgio, o texto enfatiza quatro momentos que é o ver, julgar, agir e celebrar.

Mesmo sem a realização do Carnaval, a Campanha da Fraternidade teve início na quarta-feira de Cinzas (17), e termina na Semana Santa.

Toda a Campanha foi organizada pelo CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil), que através das igrejas Aliança de Batistas do Brasil, Igreja Católica Apostólica Romana, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Igreja Presbiteriana Unida e Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia, que integram o conselho e desenvolveram o texto-base desta V Campanha da Fraternidade.

 

Legenda:

Bispo Dom Sérgio Colombo, durante coletiva à imprensa sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica

 

Crédito:

Divulgação